Notícias

Vereador Sidney Ferreira quer que Prefeitura disponibilize a lista de medicamentos disponíveis pela rede pública

Esta medida, juntamente a outras, já é regulamentada e estão previstas na Lei 4434, de 04/2011

O intuito também é para que a administração pública atenda à obrigação de atuar de forma transparente.

           Durante a reunião Ordinária da Câmara Municipal desta segunda-feira, 04 de Junho, o vereador Sidney Ferreira solicitou que a Secretaria Municipal de Saúde disponibilize a lista completa e atualizada com os nomes dos medicamentos que estão disponíveis pela rede pública, em todas as unidades de atendimento.

            Esta medida, juntamente a outras, já é regulamentada e estão previstas na Lei 4434, de 04/2011, e de acordo com o vereador, se faz necessária para que todos possam acompanhar de perto os medicamentos disponíveis na rede pública. O vereador comenta que o intuito também é para que a administração pública atenda à obrigação de atuar de forma transparente.   “Infelizmente o drama dos pacientes que buscam atendimento nos serviços públicos de saúde também atingem Formiga. São inúmeros os casos de pessoas que buscam sua medicação na farmácia municipal e não os encontram”, afirma o vereador.

          O vereador disse ainda que esta informação evitará filas e deslocamentos desnecessários até a farmácia. “Todos os dias chegam e esgotam algum tipo de medicamento. Em algumas cidades, há vários anos, o usuário do sistema público de saúde tem opção de ligar nas unidades farmacêuticas e saber se o medicamento está disponível para que o paciente possa se informar sobre a disponibilidade de seu medicamento, o que evita filas e deslocamentos desnecessários até a unidade. Em outras cidades, essa medida já foi até recomendada pelo Ministério Público para que a relação dos medicamentos da Farmácia Municipal seja divulgada inclusive  no Portal da Transparência.para  facilitar ainda mais o acesso da população à lista de medicamentos. “Muitas vezes as pessoas deixam de trabalhar, vão até a Farmácia Municipal e, quando chegam, o medicamento não está disponível” afirma.

Textos relacionados