Notícias

Agora é Lei: Placa preferencial terá símbolo do autismo

A lei nº 5407 de autoria do vereador Sidney Ferreira prevê atendimento preferencial para portadores da condição médica

          A tradicional placa de atendimento preferencial com os símbolos de gestantes, idosos, mulheres com crianças de colo e deficientes deverá ganhar um novo ícone. A Lei nº 5407, de autoria do vereador Sidney Ferreira, obriga os estabelecimentos do município de Formiga a incluir um laço colorido feito de quebra-cabeças, fazendo referência aos portadores do Transtorno do Espectro Autista (TEA).

          O atendimento preferencial para autistas já é realidade em diversos municípios do Brasil. Apesar disso, poucas cidades obrigam seus estabelecimentos a indicarem o símbolo do autismo em suas placas preferenciais. Entre as cidades onde isto já é lei estão Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Manaus (AM) e Capinzal (SC).

          Para o vereador Sidney Ferreira, isso mostra que, aos poucos, a sociedade está reconhecendo a necessidade das pessoas especiais. “É importante porque muitos ainda não entendem que, para o autista, ficar em filas pode ser um sofrimento. E, para os pais, acaba sendo um constrangimento, pois o autismo não é algo que as pessoas veem de cara” – destacou o parlamentar.

          De acordo com o chefe de gabinete da Prefeitura de Formiga, servidores municipais já estão trabalhando para regulamentar a Lei.

Textos relacionados